Menu



Um estudo indica que pessoas infectadas com o HIV que não recebem tratamento adequado apresentam alterações cerebrais que podem diminuir o desempenho cognitivo, ou seja, a memória e o aprendizado.

A descoberta foi feita por pesquisadores das universidades de Missouri, Washington, Califórnia do Sul e Brown, nos Estados Unidos, e também da Universidade Cape Town, na África do Sul. Os dados foram publicados no periódico Brain Connectivity.

Com ajuda de exames de ressonância magnética e testes neuropsicológicos, a equipe analisou diferenças entre as conexões cerebrais de 29 jovens adultos soropositivos que nunca tinham sido tratados, ou que tiveram acesso limitado ao tratamento, e de 16 indivíduos sem o HIV, todos sul-africanos.

O trabalho, financiado pelo Instituto Nacional de Saúde Mental, nos Estados Unidos, reitera a importância do diagnóstico e do tratamento adequado dos infectados pelo vírus da aids. Sem contar que a medida também é fundamental para evitar novas infecções.

Fonte: http://agenciaaids.com.br/home/noticias/noticia_detalhe/26282

Leia mais ...

 


Nesta quarta-feira (10), a segunda edição do jornal “SPTV”, da TV Globo, levou ao ar uma reportagem sobre a expectativa de vida das pessoas vivendo com HIV/aids em São Paulo. De acordo com a Fundação Seade, em 2015, o estado registrou 8,4 óbitos em decorrência da aids por 100 mil homens e 3,7 por 100 mil mulheres.

A taxa de mortalidade para o grupo de 25 a 29 anos diminuiu 92%, para ambos os sexos, entre 1995 e 2015, destacando-se os diferenciais por sexo, em que as taxas passaram de 27,4 para 1,8 óbitos por 100 mil mulheres e de 82,1 para 6,9 óbitos por 100 mil homens.

Leia mais ...
 


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta terça-feira (9) projeto de lei que cria o Dezembro Vermelho, uma mobilização com atividades direcionadas ao enfrentamento do HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis durante o mês de dezembro. Aprovada em caráter conclusivo, a proposta deve seguir para apreciação do Senado, caso não haja recurso para a discussão e votação no plenário da Câmara.
 
De autoria dos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), Erika Kokay (PT-DF) e Paulo Teixeira (PT-SP), o projeto prevê a iluminação de prédios públicos com luz vermelha, a realização de palestras e atividades educativas, a veiculação de campanhas na mídia e de eventos para alertar a população sobre os riscos de se contrair essas doenças.
Leia mais ...

 



Tratamento humanizado, confiança, autonomia, transparência e responsabilidade - Estes são alguns ingredientes que compõem a boa relação médico-paciente. O tema foi discutido na tarde dessa sexta-feira (31), na 11º edição do Encontro de Relações Humanas em HIV/Aids, em São Paulo. A assistência vai além do simples acesso aos medicamentos.

A infectologista Eliana Gutierrez, ex-coordenadora do Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo, esteve no evento e explicou que o médico que cuida de pacientes soropositivos é gestor do cuidado. "Hoje, as pessoas com HIV são consideradas doentes crônicos e precisam sempre estar em contato com o serviço de saúde. O médico e o paciente constroem uma aliança terapêutica. O que as pessoas precisam saber é que o HIV é uma doença infecciosa e controlável com medicação."

Leia mais ...



Mark Wainberg, precursor na pesquisa sobre o HIV/aids, morreu aos 71 anos, na última terça-feira (11), na Flórida, Estados Unidos. De acordo com o site da “CTV News”, o pesquisador, de nacionalidade canadense, afogou-se nas águas agitadas do Bal Harbour, enquanto nadava com o filho.

Durante o funeral, que aconteceu nesta sexta-feira (13), o dr. Mark Wainberg foi lembrado como um pesquisador pioneiro, defensor do paciente e igualmente dedicado a sua família, à comunidade de Montreal e a seus amigos.

Leia mais ...

 Grupo de Apoio, Prevenção e Informação Soropositivo de Itu.

Entre em contato

 

contact

Rua Fabiani dos Santos, 88
Jd. Padre Bento - Itu – SP.

(11) 4013-4477

faleconosco@gapisi.org.br

www.gapisi.org.br